segunda-feira, maio 14, 2007

Criatividade X pertinência

Esta é uma ação de guerrilha criada para o cliente Corporativa com o objetivo de promover o produto seguro de vida. Um adesivo que simula o fosso de um elevador foi colado dentro do elavador e assusta qualquer mortal que precise usá-lo. "O perigo pode aparecer quando a gente menos espera. Faça um seguro de vida na Corporativa" - alerta o título da peça.

A criatividade da peça não se discute, o que é altamente discutível é a pertinência da mesma. Será que a forma mais adequada de promovermos um seguro de vida é despertando medo nas pessoas? O approach tranqüilidade/segurança não seria mais pertinente do que o approach medo/morte/insegurança? Será que o sentimento de insegurança transmitido na peça não é revertido para a marca, que até então vende tranqüilidade?

Marcadores:

2 Comments:

At 12:05 AM, Anonymous Felipe Muñoz said...

Acho que da o efeito inverso, tipo, caia no buraco com a marca X. Agressivo, passou do ponto.


www.xiscando.com

 
At 12:18 PM, Blogger Anna Terra said...

Thiago, tenho que te dizer que não concordo muito com a idéia de que essa ação possa reverter negativamente para a marca. Usar argumentos de medo/insegurança, na minha opinião, é pertinente em uma ação de guerrilha. Talvez em peças "normais" realmente o argumento de vender o "prazer" no lugar da "dor" seja mais pertinente, mas em ações desse tipo acho que quanto mais chocar, melhor. O objetivo e chamar atenção, e realmente, o perigo aparece quando a gente menos espera. O tema do elevador é interessante pela quantidade de casos de morte envolvendo esse tipo de acidente. Acho legal sim.

Fica em paz.
Bjs.

 

Postar um comentário

<< Home

Google